Portugueses doaram 14.500 medicamentos durante a Jornada de Recolha de 23 de fevereiro

Portugueses doaram 14.500 medicamentos durante a Jornada de Recolha de 23 de fevereiro

No dia 23 de fevereiro, os portugueses dirigiram-se às suas farmácias e, durante esse dia, doaram 14.500 medicamentos a quem mais precisa.

Mais de uma centena de instituições de solidariedade receberão os medicamentos angariados em 205 farmácias a nível nacional - Portugal Continental e Açores – fruto da organização da XI Jornada de Recolha de Medicamentos, uma iniciativa da responsabilidade do Banco Farmacêutico.

A Jornada de Recolha de Medicamentos envolveu mais de 1.000 voluntários do Banco Farmacêutico que, durante esse dia, procuram dar apoio e esclarecer, juntamente com as equipas das Farmácias, todos aqueles que se mostrem interessados em contribuir para esta causa.

A lista de medicamentos não sujeitos a receita médica e outros produtos de saúde, tem a particularidade de ser especificada pelas próprias instituições, de forma a que as doações sejam o mais assertivas possível, indo ao encontro das necessidades reais manifestadas por cada organização.

Desde 2008 que o Banco Farmacêutico implementou a Jornada de Recolha de Medicamentos. Ao longo destes 11 anos, a Jornada aconteceu anualmente e de forma ininterrupta, procurando dar-se a conhecer junto da população, das Farmácias, e no contacto próximo com as IPSS.

Desde a I Jornada de Recolha de Medicamentos o Banco Farmacêutico já entregou 111.500 medicamentos não sujeitos a receita médica e outros produtos de saúde.

Na primeira recolha do Banco Farmacêutico participaram 60 farmácias. Findos 11 anos, mais de 200 farmácias fizeram questão de aderir ao Banco Farmacêutico em Portugal Continental e Açores. 

O Banco Farmacêutico Portugal contou nesta XI Jornada com o apoio de cada uma das Farmácias aderentes, da Associação Nacional das Farmácias (ANF), da Ordem dos Farmacêuticos, da Companhia das Obras, da Logista Pharma e da Tranquilidade Seguros.

Quarta, 13 de Março de 2019